O dialeto Mohegan-Pequot-Montauk

Voltamos com as pesquisas para o livro e, dessa vez, cheguei com o idioma falado pela tribo de Hurit. Descobri que os Shinnecock são o que eles chamam de "algonqiuan-speaking", ou seja, são um povo que adota o idioma algonquiano - que, como praticamente todos os idiomas falados por muitas…

0 Comentários

A Nação Shinnecock

Atenção! A postagem pode conter spoilers sobre os livros anteriores da série Amores em Kent! Aqui começa a minha ousadia de falar sobre os nativos que escolhi como povo para Hurit, nossa mocinha do livro seis da série Amores em Kent. O Sobrevivente e a Princesa conta a história do…

0 Comentários

Vestidos do final do Século XIX

Olá, leitoras! Como a maioria dos livros de época que leio se passam pela metade do Século XIX, muitas leitoras ficam com vestidos belíssimos - porém super armados como referência de modelitos. Mais ou menos assim, não é mesmo? Só que a série Amores em Kent se passa em outro…

3 Comentários

Os bastardos na era vitoriana

Em todos os meus livros eu lido com a situação dos filhos ilegítimos, os conhecidos bastardos. No primeiro, Um Duque para Chamar de Meu, essa era uma das maiores preocupações de Elizabeth. Ela sabia o que passavam as crianças bastardas e preferia qualquer coisa a ter um filho ilegítimo. Depois,…

2 Comentários

John Stuart Mill e sua obra feminista

No livro A Sobrinha do Marquês, Caroline Eckley menciona dois livros que foram fundamentais para ela: A Vindication of the Rights of Women, de Mary Wollstonecraft e The Subjection of Women, de John Stuart Mill. Eu li essas duas obras durante meu doutorado e recomendo ambas para quem deseja entender…

3 Comentários

Anticoncepcionais vitorianos

ATENÇÃO, ESSA POSTAGEM POSSUI INFORMAÇÃO COM LINGUAGEM TÉCNICA E VULGAR QUE NÃO SÃO ADEQUADAS PARA CRIANÇAS. Em todos os meus romances de época, os casais lidam com o problema da procriação. Elizabeth e Aiden e Caroline e Isaac são casais pouco tradicionais que não podem arriscar ter filhos, pois eles…

4 Comentários

Vamos à praia?

Quando escrevo, algumas cenas são fundamentais para meus personagens. Eu adoro levá-los à praia. Na série Amores em Kent, as propriedades ficam próximas ao litoral, então temos cena de passeio na praia no livro 1, Um Duque para Chamar de Meu e agora no livro 3, A Sobrinha do Marquês.…

0 Comentários

Roupas íntimas femininas – Século XIX

Precisamos pesquisar o tempo todo para escrever livros, mesmo de ficção. Quando mergulhei nos romances de época, desejei mostrar às minhas leitoras os costumes reais da Inglaterra Vitoriana, o contexto histórico que escolhi para ambientar minha primeira série de romances. Meus personagens são pessoas "à frente do seu tempo", pois…

0 Comentários